Notícias


Seminário de Inverno UEPG prorroga inscrição de trabalhos para 8 de maio
Artigos devem ser enviados ao evento, de acordo com orientações da organização

 

Interessados em participar do XX Seminário de Inverno de Estudos em Comunicação com apresentação de trabalhos podem submeter textos até dia 8 de maio de 2017, às 23:59 minutos, por e-mail. A inscrição ao evento, que acontece entre 19 e 23 de junho, é gratuita. As submissões podem ser feitas diretamente ao e-mail seminarioinvernouepg@gmail.com, com envio de texto em versão Doc (97/2003 ou equivalente). Acesse aqui o modelo (template) do evento.

Para apresentar trabalho, os autores devem ser graduados ou estudantes-pesquisadores que realizam estudos em projetos ou ações sob responsabilidade/orientação de professores universitários. Cada autor/orientador pode inscrever (como autor ou co-autor) até dois trabalhos no evento. Os textos devem ser inéditos (em apresentação e publicação) e apenas recebe certificado o autor ou co-autor que efetivamente realizar a apresentação no dia previsto. Cada trabalho terá um tempo de 15 minutos para apresentação e, ao final da sessão, acontece o debate entre os autores e demais participantes do evento.

Os trabalhos submetidos devem considerar as seguintes orientações: título (até duas linhas, incluindo linha de apoio ou complemento), resumo (de 7 a 10 linhas), três palavras-chave, identificação autoral de até duas linhas cada, texto completo, em times New Roman, corpo 12, espaço 1,5, e as indicações bibliográficas conforme as normas da ABNT, com tamanho total entre 10 e 15 páginas. Cada trabalho pode ter no máximo um autor e dois co-autores. Os trabalhos selecionados e efetivamente apresentados serão publicados nos Anais do XX Seminário de Inverno de Estudos em Comunicação (edição 2017), em versão digital com registro de ISBN. Os autores devem enviar o texto em versão completa, atendendo todas as orientações editoriais da organização, até o dia 8 de maio de 2017.

A promoção do XX Seminário de Inverno de Estudos em Comunicação é do Programa de Mestrado em Jornalismo e Curso de Jornalismo da UEPG, com apoio da Fundação Araucária (Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Paraná - SETI/PR), Programa de Extensão Agência de Jornalismo UEPG e Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Culturais (PROEX) da UEPG.

A XX edição do Seminário de Inverno de Estudos em Comunicação, organizado pelo Departamento e Programa de Mestrado em Jornalismo da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) já tem data para este ano: será realizado entre 19 e 23 de junho, das 18h30 às 22h30, no Pequeno Auditório do Campus Central da Universidade.

 

Calendário do XIX Seminário de Inverno:

08 de maio – Prazo (máximo) para envio de trabalhos: 23:59h, via e-mail

03 a 15 de maio – Seleção de trabalhos pela Comissão Científica

17 de maio – Divulgação dos trabalhos aprovados ao Seminário

19 a 23 de junho – Realização do XX Seminário de Inverno

Informações: Fone: (42) 3220 3361 e 99928 0808

Inscrições: seminarioinvernouepg@gmail.com


Jornalismo abre chamada de trabalhos ao XX Seminário de Inverno

A XX edição do Seminário de Inverno de Estudos em Comunicação, organizado pelo Departamento e Programa de Mestrado em Jornalismo da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) já tem data para este ano: será realizado entre 19 e 23 de Junho, das 18:30 às 22:30 horas, no Pequeno Auditório do Campus Central da Universidade.

Ao registrar 20 anos de realização ininterrupta do evento, a organização comemorativa traz três convidados para palestras que antecedem as mesas temáticas dos trabalhos, além de uma breve retomada da história do Seminário, que surgiu no inverno de 1998, quando um grupo de professores e estudantes do Curso de Jornalismo da UEPG realizava as primeiras pesquisas na instituição. César Arrueta, professor da Universidad Nacional de Jujuy, Argentina, faz a conferência de abertura do evento, na noite de 19/06, enquanto Marcus Assis Lima (UESB) faz a palestra de encerramento, na sexta, 23/06/17.

“Uma das marcas do Seminário é a realização sem custos para a instituição e aos participantes, pois mantemos a inscrição gratuita”, lembra o coordenador da XX edição que também coordenou o lançamento do projeto há duas décadas na UEPG, Sérgio Gadini. O evento reúne estudantes (de graduação e pós-graduação), profissionais e docentes dos cursos da UEPG e demais instituições de ensino superior do Paraná e do Brasil. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas até 2 de maio.

Submissão de trabalhos

As submissões podem ser feitas diretamente no e-mail: seminarioinvernouepg@gmail.com. Para apresentar trabalho, os autores devem ser graduados ou estudantes-pesquisadores que realizam estudos em projetos ou ações sob responsabilidade/orientação de professores universitários.

Cada autor/orientador pode inscrever (como autor ou co-autor) até dois trabalhos no evento. Os textos devem ser inéditos (em apresentação e publicação) e apenas recebe certificado o autor ou co-autor que efetivamente realizar a apresentação no dia previsto. Cada trabalho terá um tempo de 15 minutos para apresentação e, ao final da sessão, acontece o debate entre os autores e demais participantes do evento.

Os trabalhos submetidos devem considerar as seguintes orientações: título (até duas linhas, incluindo linha de apoio ou complemento), resumo (de 7 a 10 linhas), três palavras-chave, identificação autoral de até duas linhas cada, texto completo, em times New Roman, corpo 12, espaço 1,5, e as indicações bibliográficas conforme as normas da ABNT, com tamanho total entre 10 e 15 páginas. Cada trabalho pode ter no máximo um autor e dois co-autores. Os trabalhos selecionados e efetivamente apresentados serão publicados nos Anais do XX Seminário de Inverno de Estudos em Comunicação (edição 2017), em versão digital com registro de ISBN. Para isso, os autores devem enviar o texto em versão completa, atendendo todas orientações editoriais da organização, até o dia 2 de maio de 2017.

A promoção do XX Seminário de Inverno de Estudos em Comunicação é do Programa de Mestrado em Jornalismo e Curso de Jornalismo da UEPG, com apoio da Fundação Araucária (Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Paraná - SETI/PR), Programa de Extensão Agência de Jornalismo UEPG e Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Culturais (PROEX) da UEPG.

Calendário do XIX Seminário de Inverno:

10 de março – elaboração do projeto do evento
24 de março – Divulgação da chamada de trabalho

01/03 a 30 de abril – tramitação institucional do projeto

02 de maio – Prazo (máximo) para envio de trabalhos: 23:59h, via e-mail
03 a 15 de maio – Seleção de trabalhos pela Comissão Científica
17 de maio – Divulgação dos trabalhos aprovados ao Seminário
19 a 23 de junho – Realização do XX Seminário de Inverno
23 de julho – Entrega do relatório final do evento.

Informações:
E-mail: mestradojornalismo@uepg.br
Fone: (42) 3220 3361 e 99928 0808

Inscrições: seminarioinvernouepg@gmail.com

 


RIF lança chamada para dossiê “Folkcomunicação e Políticas Públicas”

A Revista Internacional de Folkcomunicação (RIF) recebe artigos, até o dia 9 de maio, para o dossiê temático “Folkcomunicação e Políticas Públicas”, que será publicado na edição de junho de 2017. A organização do dossiê será realizada pelas pesquisadoras Cristina Schmidt e Bárbara Lucchesi Ramacciotti, do Mestrado em Políticas Públicas da Universidade de Mogi das Cruzes, com a colaboração de Agnes Arruda, da mesma instituição.

Os trabalhos submetidos ao dossiê podem enfocar as seguintes abordagens: reflexões e diálogos teórico-metodológicos sobre folkcomunicação e políticas públicas; estudos empíricos sobre temas de políticas públicas, sob o viés da folkcomunicação; análises midiáticas das demandas do Estado e da sociedade civil; políticas públicas e minorias sociais; entre outros enfoques pertinentes ao tema.

Os artigos podem ser submetidos até o dia 9 de maio, diretamente pelo sistema on-line da revista, no endereço http://www.revistas.uepg.br. Os textos, de 12 a 15 páginas, devem ter uma breve apresentação curricular do(s) autor(es), resumo e abstract entre 5 e 10 linhas, além de três a cinco palavras-chave (key-words) que expressem os conceitos centrais do texto. A formatação dos trabalhos deve ser feita em Word, fonte Times New Roman, corpo 12, espaço 1,5 e as citações e referências devem seguir as normas ABNT.

A RIF recebe também artigos gerais, entrevistas, ensaios fotográficos e resenhas (de livros, filmes e discos) em fluxo contínuo. A publicação alterou sua periodicidade para semestral, a partir de 2017, e irá publicar a cada edição um dossiê sobre tema relativo aos estudos folkcomunicacionais. Editada pelo PPG Jornalismo da UEPG, em parceria com a Rede de Estudos e Pesquisa em Folkcomunicação e a Cátedra Unesco/UMESP de Comunicação, a RIF possui conceito Qualis B3 e está cadastrada nos principais indexadores.


DEFESAS DAS DISSERTAÇÕES 2017

MESTRANDO

Orientador

Professor Convidado

Data

Hora

Local

 

Thays Assunção Reis

Sérgio Gadini

Álvaro Nunes Laranjeira - UTP

22/02/2017

14h

Telejornalismo

Rodrigo Nascimento Reis

Carlos Morais

Luciane Panke - UFPR

07/03/2017

17h30

Telejornalismo

Afonso Ferreira Verner

Cíntia Xavier

Marcos Paulo da Silva - UFMS

09/03/2017

9h

Telejornalismo

Mariana Galvão Noronha

Paula Rocha

Solano dos Santos Nascimento - UNB

13/03/2017

8h30

Telejornalismo

Elaine Schmitt

Karina Jans W.

Antonio Carlos Hohfeldt – PUC RS

16/03/2017

13h30

Telejornalismo

Matheus Henrique de Lara

Hebe Gonçalves

Cláudia Irene Quadros - UFPR

24/03/2017

14h

Telejornalismo

Nayane Cristina Rodrigues Brito

 

Graziela Bianchi

Valci Regina Mousquer Zuculoto - UFSC

22/03/2017

14h

Telejornalismo

 


Professores de Jornalismo tem novo livro publicado pela Editora UEPG. Desta vez, o livro "Jornalismo em tempos de complexidade: imbricações entre mídia, política e atores coletivos" com lançamento na próxima sexta-feira, 17/03/17, na abertura da Aula Inaugural do Mestrado e Graduação em Jornalismo da UEPG, às 9h, no Pequeno Auditório.

 No formato coletânea, a publicação reúne nove artigos de autoria de cursistas e professores da Especialização Mídia Política e Atores Sociais, ofertada em três edições (2006/2007, 2009/2010 e 2011/2012). O livro também resulta dos esforços de cursistas, professores convidados e do quadro permanente da UEPG, que atuaram na Especialização. 

 A obra está dividida em duas partes. A primeira, "Representações jornalísticas e perspectivas interdisciplinares", reúne cinco artigos que abordam diferentes temáticas: midiatização política, imprensa feminina, abordagens jornalísticas sobre adolescentes em conflito com a lei, crianças e adolescentes como fontes jornalísticas e educomunicação. Já a segunda parte, "Diálogos sobre produções midiáticas", trata dos diferentes produtos comunicacionais e suas influências na vida cotidiana, como telenovelas, telejornalismo e sites de instituições governamentais, assim como o uso de câmeras em salas de aula.

 Mídia, política e atores coletivos, como sugere o subtítulo da coletânea, compreende uma "relação imbrincada, dos campos mídia/política, que conforma diurnamente modos de entender, pensar e viver dos atores sociais, impactando desdobramentos e influências que fazem da condição de cidadania uma luta - simbólica e não menos concreta - contidiana", conforme descristo na contracapa do livro. 

 Além de organizadoras da coletânea, Hebe Maria Gonçalves de Oliveira e Maria Lúcia Becker assinam artigos na publicação, que conta com os autores Ana Paula Braga Salamon, Cintia Xavier, Elaine Javorski, Guilherme Pedroso da Silva, Jamaira Jurich Pillati, Juliana Buratti Alves, Karina Janz Woitowicz, Kelen Aparecida da Silva Bernardo, Luciane Justus dos Santos, Marcelo Engel Bronosky, Paula Melani Rocha, Sandra Czechar Gardinal e Sérgio Luiz Gadini.

 A foto de capa do livro é de autoria de Angelo Eduardo Rocha, estudante do 3º ano do Curso de Jornalismo da UEPG. Com 187 páginas, a coletânea possui tiragem de 500 exemplares e já se encontra disponível à venda nas livrarias da Editora UEPG (campus Central e Uvaranas) ou pela loja virtual   http://portal-archipelagus.azurewebsites.net/farol/eduepg/produto/jornalismo-em-tempo-de-complexidade--imbricacoes-em-midia,-politica-e-atores-coletivos/41836/


 

Jornalismo UEPG promove aula inaugural

Professor Antonio Hohlfeldt (PUC-RS) ministra palestra para a graduação e a pós em Jornalismo

O professor da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS), Antonio Hohlfeldt, ministra no dia 17 de março a aula inaugural do Curso de Jornalismo e Mestrado em Jornalismo da UEPG. O tema abordado é “História da imprensa ibero-americana”. A aula é aberta ao público e acontece no pequeno auditório, no Campus Central, às 9h.

Com larga trajetória profissional, tendo atuado em jornais e emissoras de rádio no Brasil e no exterior, e participação junto a entidades científicas internacionais, Antonio Hohlfeldt assumiu a presidência da Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (Intercom) por duas gestões.

Professor dos programas de pós-graduação de Escrita Criativa e de Comunicação Social da PUC-RS, Antonio Hohlfeldt possui graduação em Letras pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1973), mestrado em Letras pela PUC-RS (1991) e doutorado em Letras pela mesma universidade (1998). Ele atua nas áreas de Letras, com ênfase em literatura sul-rio-grandese e brasileira, e comunicação, especialmente em Teoria da Comunicação e História do Jornalismo. O professor realizou estágio pós-doutoral em 2008, na Universidade Fernando Pessoa (Portugal).

É autor de dezenas de livros, entre eles History of the press in portuguese-speaking coutries (2014), que conta também com organização de Jorge Pedro Sousa, Marialva Barbosa e Helena Lima, e Conceito e História do Jornalismo brasileiro, em coautoria com Rafael Valles.

A coordenadora do Mestrado em Jornalismo, professora Karina Janz Woitowicz, destaca a contribuição do professor para a pesquisa na área. “Com estudos de jornalismo em diversos países e vínculos com pesquisadores estrangeiros, o professor traz uma visão ampla sobre o processo de construção da história da mídia e oferece caminhos para o fortalecimento de pesquisas na pós-graduação”, observa.

História da imprensa Ibero-Americana
Prof. Dr. Antônio Hohlfeldt
Data:17 de março
Horário: 9h
Local: Pequeno auditório – Campus UEPG Centro


 


(clique para ampliar)

Curso de critérios de noticiabilidade discute reflexões sobre jornalismo
Pedro Andrade
Foto : Ana Lopes e Gabriela Almeida

Professor adjunto e coordenador de curso de jornalismo na Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS), Marcos Paulo da Silva ministrou a primeira parte do curso “Critérios de Noticiabilidade no Jornalismo” na tarde desta quinta-feira, 9, incluso na programação do 5º Colóquio Mulher e Sociedade, na Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG). O professor nasceu no interior de São Paulo, ganhou experiência técnica na imprensa interiorana até ingressar no Doutorado em Comunicação Social pela Universidade Metodista de São Paulo. O conceito de valor-noticia se tornou seu objeto de estudo pelo excesso de respostas não convincentes a partir de perguntas retóricas como “O que é notícia?”

“O debate do que é notícia é permeado pela retórica acadêmica que poucas vezes ultrapassa a barreira do campo profissional”, cita Marcos.  De acordo com o professor, durante as aulas de Teorias do Jornalismo que leciona, questiona os alunos sobre a mesma pergunta e que as respostas nunca fogem do óbvio. “Temos um modelo pronto de se construir e empacotar informações dentro de um padrão estético muito próprio, e isso faz parte de uma série de valores de natureza histórica e homogênea,” enfatiza Silva

Sobre sua pesquisa, Marcos categoriza quatro grupos de teorias utilizados para separar os critérios noticiosos: foco no indivíduo, foco nas rotinas, foco nos acontecimentos e foco nas macroestruturas. “As pessoas não consomem notícias obrigadas, elas consomem quando as formas de expressão são transformadas por elas próprias em alguma necessidade social”, diz o professor. O curso tem continuidade na tarde de sexta-feira, 10.

Acompanhe no link : http://periodico.jor.br/index.php/uepg/392-curso-de-criterios-de-noticiabilidade-discute-reflexoes-sobre-jornalismo



(clique para ampliar)

Mestrado em Jornalismo da UEPG oferece curso sobre critérios de noticiabilidade

Nos dias 9 e 10 de março, o Mestrado em Jornalismo da UEPG oferece curso sobre critérios de noticiabilidade com o professor adjunto da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), Marcos Paulo da Silva. A temática do curso abrange também o conceito de valor-notícia e o seu papel na construção da narrativa jornalística.

Em 2014, Marcos Paulo da Silva foi um dos organizadores do livro intitulado Critérios de Noticiabilidade – Problemas conceituais e aplicações (ed. Insular), que aborda problemáticas contemporâneas sobre as concepções de noticiabilidade na rotina da prática jornalística. Além de jornalista, Marcos Paulo da Silva é mestre em Comunicação pela Universidade Estadual Paulista (UNESP) e doutor em Comunicação Social pela Universidade Metodista de São Paulo (UMESP), com estágio de doutorado-sanduíche (PDEE/CAPES) na Syracuse University (Syracuse, New York, Estados Unidos). Realiza pesquisas sobre aspectos teóricos do jornalismo, noticiabilidade, cotidiano e estética da comunicação e é líder do Grupo de Pesquisa Cotidiano e Noticiabilidade (UFMS).

Para se inscrever no curso, os interessados devem enviar o nome completo e CPF para o email do Mestrado em Jornalismo da UEPG:   mestradojornalismo@uepg.br . As inscrições são gratuitas e destinadas a graduados em Jornalismo, professores e pesquisadores da área. Elas se encerram no dia 07 de março.

Critérios de noticiabilidade no jornalismo
Prof. Dr. Marcos Paulo da Silva (UFMS)
Data: 09 e 10 de março de 2017
Horário: 14h às 17h
Inscrições gratuitas até o dia 7 de março:   mestradojornalismo@uepg.br
Local: UEPG Campus Central (Bloco D sala 110)


Nilda Jacks aponta o Jornalismo como a área que mais cresce nos estudos de recepção

A professora Nilda Jacks, doutora em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo e com Pós-doutorado em Comunicação na University of Copenhagen e na Universidade Nacional da Colômbia, esteve na manhã desta quinta-feira (17) na coordenação do Mestrado em Jornalismo para diálogo com docentes e discentes do Programa.

A pesquisadora em estudos de recepção relatou suas experiências de pesquisa em rede na América Latina e no Brasil e doou para o Programa três livros na qual é organizadora: “Meios e Audiências II – a consolidação dos estudos de recepção no Brasil”, “Epistemologias, Comunicação e Informação” e “Porto Alegre Imaginada”.

Nilda Jacks disse que tem notado o crescimento das pesquisas de recepção na área do Jornalismo na última década, tanto em Mestrado quanto Doutorado. “Eu considero que isso tem haver com dois fatores: o interesse teórico dos estudos na perspectiva da recepção e pela condição inexorável da convergência midiática com a presença do leitor dentro do fazer jornalístico”.

Na tarde desta quinta e sexta-feira, a professora ministra o curso “Pesquisa de Recepção” para estudantes regulares e especiais do Mestrado em Jornalismo e também para alunos de outras pós-graduações. Às 9h30 da sexta-feira, ela ministra palestra aberta para estudantes de Jornalismo no auditório da UEPG. O curso e a palestra foram viabilizados com recursos de projeto apoiado em edital do CNPQ.

 


Professor de Jornalismo tem obra entre finalistas do Prêmio Jabuti

Felipe Simão Pontes tem o livro “Adelmo Genro Filho e a Teoria do Jornalismo” entre os dez finalistas na categoria comunicação do 58° Prêmio Jabuti, o mais tradicional e prestigiado prêmio da literatura brasileira

por Marilia Woiciechowski

O livro “Adelmo Genro Filho e a Teoria do Jornalismo” (Editora Insular), do professor doutor Felipe Simão Pontes, do Departamento de Jornalismo da UEPG, está entre as dez obras finalistas na categoria comunicação do Prêmio Jabuti, o mais tradicional e prestigiado prêmio da literatura brasileira. A obra publicada, em 2015, expõe as mediações presentes na produção e recepção de O Segredo da Pirâmide: para uma teoria marxista do jornalismo, bem como os conceitos filosóficos que fundamentam a assertiva de Genro Filho.

A Câmara Brasileira do Livro (CBL) divulgou, em 21 de outubro, os livros finalistas do 58º Prêmio Jabuti. Foram selecionados os finalistas das 27 categorias do prêmio, entre os mais de 2,4 mil inscritos. A categoria em que se inscreve a obra indicada de Felipe Pontes engloba livros compostos por pesquisas, ensaios, textos profissionais, acadêmicos, científicos – ou obras de divulgação – que descrevam e/ou fundamentem e/ou discutam conceitos relativos a Relações Públicas, Rádio, Televisão, Jornalismo, Publicidade, Propaganda ou assuntos correlatos. Três obras com a maior pontuação registrada pelos jurados (em cada categoria) serão as vencedoras (primeiro, segundo e terceiros lugares) do 58° Prêmio Jabuti 2016.

Para as obras classificadas como primeiro lugar, além do Troféu Jabuti, a organização oferece um prêmio no valor bruto de R$ 5.500,00. No caso de obras em coautoria, o prêmio será dividido. A cerimônia de premiação aos vencedores do 58° Prêmio Jabuti ocorre, em 24 de novembro, no Auditório Ibirapuera. “Estar entre os finalistas é para mim um misto de surpresa e alegria porque o livro traz em suas páginas o resultado de grande esforço de pesquisa. É um trabalho coletivo porque envolveu também minha família. É a coroação de um trabalho de quatro anos de pesquisa”.

Clássico da Teoria do Jornalismo

Doutor em Sociologia Política e mestre em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina, Felipe explica que o livro trata de um clássico da teoria do jornalismo no Brasil “O segredo da pirâmide”. A obra sobre a teoria marxista do jornalismo teve sua primeira edição publicada em 1987; e outras edições em 1989, 1997 e 2012. Faz uma análise do contexto de produção, da história de vida do autor e de como a obra foi recebida pela área de pesquisa em jornalismo. Realiza também uma análise sobre a principal tese do segredo da pirâmide, ou seja, o jornalismo como forma de conhecimento.
Para o autor, a satisfação em ter a obra indicada como finalista do Prêmio Jaboti está traduzida nas marcas que ficaram dos quatro anos de pesquisa no doutorado e do resultado em suas páginas. “O livro nos faz perceber que o jornalista deve ter um olhar crítico sobre a estrutura da produção de acontecimentos sociais. Ele não é um simples reprodutor da realidade, mas participe da sociedade e, por isso, tem responsabilidade sobre aquilo que publica.  


Prática Profissional e Pesquisa
O professor assinala que se trata do primeiro livro que discute o trabalho de Adelmo Genro Filho, e resulta da pesquisa para a produção da tese “Adelmo Genro Filho e a teoria do jornalismo no Brasil: uma análise crítica”, que na pós-graduação (doutorado) teve orientação do professor Gaspar Müller da UFSC. Felipe observa que, inicialmente, a tese direcionava-se ao estudo do jornalismo de forma geral. Relata que, quando esteve na coordenação de um grupo de estudo sobre o Segredo da Pirâmide, na UFSC, e com o aprofundamento do tema decidiu-se pela direção que acabou na publicação do livro “Adelmo Genro e a Teoria do Jornalismo”.
Como pesquisador, Felipe Pontes, hoje, dedica-se à teoria e história do jornalismo e à sociologia da profissão de jornalista. Sobre o livro, registra-se que, no processo de integração das diferentes táticas que mobilizam cada capítulo e cada tópico, a obra oferece as principais implicações da teoria do jornalismo de Adelmo Genro Filho. E, ao oferecer as implicações, os fundamentos e as consequências, sugere possibilidades teóricas para a análise de questões que atravessam o jornalismo brasileiro. Apresenta também a pertinência da análise ontológica e epistemológica para o entendimento do jornalismo e direcionamento de sua prática profissional e de pesquisa.

 



(clique para ampliar)

Mestrado em Jornalismo está com inscrições abertas para curso sobre “Pesquisa de Recepção”

As inscrições para o curso sobre “Pesquisa de Recepção” são gratuitas e podem ser feitas até 11 de novembro por meio de mensagem com nome e CPF para o email mestradojornalismo@uepg.br. O curso é voltado para estudantes regulares e especiais do Mestrado em Jornalismo e também para outros alunos de pós-graduação que tenham interesse na temática.

Organizado pelo Mestrado em Jornalismo, o curso acontece nos dias 17 e 18 de novembro com início sempre às 14h na sala D-110, no campus Central da UEPG. A proposta é que o curso contribua para pensar questões atuais que envolvem não só a produção de mídia, mas o modo como essa produção circula e é recebida pelo público.

O curso será ministrado por uma das principais referências em pesquisa de recepção no país, a professora Nilda Jacks, doutora em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo e Pós-doutorado em Comunicação na University of Copenhagen e na Universidade Nacional da Colômbia. Ela já organizou mais de dez livros sobre estudos de recepção, entre os quais: “Meios e audiências: A emergência dos estudos de Recepção no Brasil”, “Mídia e recepção: televisão, cinema e publicidade” e “O que sabemos sobre audiências? Estudos latino-americanos”.

Segundo a coordenadora da Pós-Graduação em Jornalismo, Karina Woitowicz, além da do curso, Nilda Jacks irá ministrar uma palestra para alunos da Graduação e Mestrado em Jornalismo no dia 18, às 9h30 no pequeno auditório da UEPG. “Nessa palestra, ela vai trazer resultados de uma pesquisa realizada em nível nacional, na qual participaram todos os estados e que foi trabalhado o tema: Jovens e consumo midiático em tempos de convergência”.



(clique para ampliar)

Palestras do Seminário de Inverno discutem “Jornalismo em contexto de crises”

O 19º Seminário de Inverno de Estudos em Comuniçação discute o tema: “Jornalismo em contextos de crises” com a proposta de refletir sobre as diferentes dimensões das transformações pelas quais passa o jornalismo contemporâneo. Para fomentar o debate haverá três palestras durante o evento sobre perspectivas diante das crises no jornalismo. O evento é promovido pelo Programa de Pós-Graduação em Jornalismo e Departamento de Jornalismo da UEPG.

“O jornalismo regional em contexto de crises” é o tema da primeira palestra que abre o evento na segunda-feira (15) às 18h30. O palestrante será o professor e jornalista José Carlos Fernandes, atuante na profissão há mais de 20 anos. Segundo ele, é quase impossível formar público de jornal no curto espaço de tempo em que uma crise se instala. “Outro agravante? Nem a profissão está organizada para lidar com isso, muito menos os donos de jornais - não raro mais atentos ao jornalismo como negócio do que como missão”, complementa.

A segunda palestra ocorre na terça-feira (16), às 18h30, com o tema “Crise do Jornalismo e o trabalho comunicacional: uma abordagem ontológica” e terá como palestrante o professor do curso de Comunicação Social da Universidade Federal do Amazonas, (UFM) Rafaell Berllan. Atualmente ele conduz um projeto de pesquisa para analisar a crise do jornalismo enquanto fenômeno das transformações do mundo do trabalho.

O professor da Universidade Federal do Goias (UFG), Nilton José Rocha, ministra a terceira palestra na quarta-feira (17), às 18h30, sobre o tema “Jornalismo e extensão: desafios conceituais e práticos”. O evento reúne estudantes (de graduação e pós-graduação), profissionais e docentes dos cursos da UEPG e demais instituições de ensino superíor do país para aprofundar o cenário jornalístico diante as turbulências políticas e econômicas do brasil.

Programação: O Seminário de Inverno começa na segunda-feira (15) e encerra na sexta (19). Durante os cinco dias, haverá palestras e apresentação de trabalhos no Pequeno Auditório do campus central da UEPG. A programação começa sempre as 18h30, com palestras nos três primeiros dias e apresentação de artigos a partir das 20h. Na quinta e sexta-feira, as apresentações de trabalhos começam às 18h30.


Mestrado em Jornalismo divulga calendário de matrículas do 2º semestre 2016 

As matrículas dos estudantes do Programa de Mestrado em Jornalismo para o segundo semestre de 2016 estão confirmadas para o período de 18 a 22 de julho. As matrículas de alunos regulares devem ser feitas diretamente no sistema eletrônico da Universidade (https://sistemas.uepg.br/stricto/matricula/).
O mesmo período vale para solicitação de disciplina (matrícula) aos estudantes não regulares (especiais) no Programa, que deve ser feita na Secretaria de Pós-Graduação Stricto Sensu (Propesp, junto ao prédio central da Reitoria UEPG, Campus Uvaranas). O(a) estudante interessado(a) deve preencher a ficha de inscrição na secretaria e entregar uma carta, justificando textualmente o interesse na referida disciplina, além de entregar cópia dos seguintes documentos: RG, CPF, certificado de conclusão de curso ou diploma de graduação nas áreas afins, levando cópia e originais para serem autenticados no balcão da secretaria. Não há qualquer taxa de pagamento, seja para solicitação de disciplina ou matrícula para cursar disciplina isolada.
Neste segundo semestre de 2016, o Programa de Pós-Graduação (Mestrado) em Jornalismo da UEPG oferta as disciplinas Mídia e Formação da Opinião Pública (com as professoras Hebe Gonçalves de Oliveira e Paula Melani Rocha), Jornalismo e Agendamento Temático (Graziela Bianchi e Cíntia Xavier), Seminário Metodológico – Linha 1 (Grupo de Pesquisa Lógicas de Produção e Consumo no Jornalismo, com Marcelo Bronosky e Cíntia Xavier) e Seminário Metodológico – Linha 2 (Grupo de Pesquisa Jornalismo Cultural e Folkcomunicação, com Karina Janz Woitowicz e Sérgio Gadini).
Os Seminários acontecem no período noturno (das 17h30h às 20h15) e as demais disciplinas no período da tarde (14 às 17h). As aulas do segundo semestre iniciam no dia 8 de agosto e acontecem no Campus Central da UEPG (Bloco D).
Informações:
Secretaria Acadêmica de Pós-Graduação Stricto Sensu dos Mestrados (Propesp – prédio da Reitoria da UEPG, Campus Uvaranas), ou via telefax: (42) 3220-3150.
Telefone (42) 9928 0808 (Secretaria Mestrado em Jornalismo, das 8 às 11:30h e das 13:30 às 17h). E-mail: mestradojornalismo@uepg.br

 


Seminário de Inverno de Estudos em Comunicação divulga chamada de trabalho para 2016
Inscrições (gratuitas) podem ser feitas até 20 de julho. Evento acontece de 15 a 19 de agosto no Campus Central na UEPG

XIX edição do Seminário de Inverno de Estudos em Comunicação, que acontece entre 15 e 19 de agosto de 2016, está com inscrições abertas para envio de trabalhos. O tema principal do evento deste ano é “Jornalismo em contexto de crises”, e propõe a reflexão sobre as diferentes dimensões das transformações pelas quais passa o jornalismo contemporâneo no cenário de profundas turbulências políticas e econômicas do Brasil. As submissões podem ser feitas diretamente no e-mail:   seminarioinvernouepg@gmail.com . Os artigos devem discutir temas pertinentes ao jornalismo ou correlatos a ele.

Durante a semana do evento, as apresentações de trabalhos acontecem das 19 as 22:30 horas, no Pequeno Auditório do Campus Central da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG). O Seminário de Inverno reúne estudantes (de graduação e pós-graduação), profissionais e docentes dos cursos da UEPG e demais instituições de ensino superior do Paraná e do Brasil.

Normas para inscrição

Para apresentar trabalho, os autores devem ser graduados ou estudantes-pesquisadores que realizam estudos em projetos ou ações sob responsabilidade/orientação de professores universitários. Cada autor/orientador pode inscrever (como autor ou co-autor) até dois trabalhos no evento. Os textos devem ser inéditos (em apresentação e publicação) e apenas recebe certificado o autor ou co-autor que efetivamente realizar a apresentação no dia previsto. Cada trabalho terá um tempo de 15 minutos para apresentação e, ao final da sessão, acontece o debate entre os autores e demais participantes do evento.

Os trabalhos submetidos devem considerar as seguintes orientações: título (até duas linhas, incluindo linha de apoio ou complemento), resumo (de 7 a 10 linhas), três palavras-chave, identificação autoral de até duas linhas cada, texto completo, em times New Roman, corpo 12, espaço 1,5, e as indicações bibliográficas conforme as normas da ABNT, com tamanho total entre 10 e 15 páginas. Cada trabalho pode ter no máximo um autor e dois co-autores. Os trabalhos selecionados e efetivamente apresentados serão publicados nos Anais do XIX Seminário de Inverno de Estudos em Comunicação (edição 2016), em versão digital com registro de ISBN. Para isso, os autores devem enviar o texto em versão completa, atendendo todas orientações editoriais da organização, até o dia 20 de julho.

A promoção do XVIII Seminário de Inverno de Estudos em Comunicação é do Programa de Mestrado em Jornalismo e Curso de Jornalismo da UEPG, com apoio da Fundação Araucária (Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Paraná - SETI/PR), Programa de Extensão Agência de Jornalismo UEPG e Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Culturais (PROEX) da UEPG.

A coordenação do evento deve divulgar a lista do trabalhos aprovados até dia 27 de julho, informando a programação completa, bem como o nome dos palestrantes convidados da edição 2016.

Informações:
E-mail:  mestradojornalismo@uepg.br
Fone (42) 3220 3361 ou (42) 9928 0808

Inscrições:
E-mail:  seminarioinvernouepg@gmail.com

Calendário do XIX Seminário de Inverno:
27 de junho – Divulgação chamada de trabalho
20 de julho – Prazo (máximo) para envio de trabalhos: 23:59h, via e-mail
21 a 27 de julho – Seleção de trabalhos pela Comissão Científica
27 de julho – Divulgação dos trabalhos aprovados ao Seminário
15 a 19 de Agosto – Realização do XIX Seminário de Inverno
20 de Setembro – Entrega do relatório final do evento.


Jornalismo UEPG sedia encontro regional de história da mídia
Evento começa nesta quarta-feira com palestra sobre migrações e tecnologias

A Associação Brasileira de Pesquisadores de História da Mídia (Alcar) e o Programa de Mestrado em Jornalismo da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) realizam, entre os dias 15 e 17 de junho, o 6º Encontro Regional Sul de História da Mídia (Alcar Sul). Apoiado na recente crise global das migrações, o assunto central deste ano será “Mídia, fluxos migratórios e diásporas: perspectiva histórica”. O professor uruguaio Mauricio Nihil Olivera, da Universidad de la República, abre o evento com a palestra “Migraciones y TIC: nuevos aspectos comunicacionales”, nesta quarta-feira (15), a partir das 19h, no Centro de Cultura de Ponta Grossa.

Na quinta-feira, os professores Endrica Geraldo (Unila), Rafael Tassi Teixeira (UTP) e Niltonci Chaves (UEPG) participam do painel “Mídia, imigração e resistência cultural no século XX”, às 9h no auditório central da universidade. Às 14h, no bloco D, começam as apresentações nos Grupos de Trabalho (GTs). Foram recebidos mais de 70 trabalhos, divididos em oito categorias: História do Jornalismo, História da Publicidade e da Comunicação Institucional, História da Mídia Digital, História da Mídia Impressa, História da Mídia Sonora, História da Mídia Audiovisual e Visual, História da Mídia Alternativa e Historiografia da Mídia.

Com o tema “Mídia e processos migratórios: experiências e representações”, o painel de sexta-feira, também a partir das 9h, será apresentando pelas professoras Sofia Cavalcanti Zanforlin (UCB), Ana Regina Rêgo (UFPI), Denise Cogo (ESPM) e pelo jornalista Mauri Konig. À tarde acontece a segunda parte de apresentações dos GTs. Também estão previstos na programação do evento atividades culturais e lançamento de livros.

De acordo com a professora Karina Janz Woitowicz, coordenadora do Mestrado em Jornalismo e uma das organizadoras do evento, a realização do encontro da Alcar Sul na UEPG permite fortalecer o intercâmbio entre pesquisadores. "O objetivo é fomentar pesquisas relacionadas à história da mídia e integrar professores e estudantes de graduação e pós-graduação no debate em torno do tema das migrações na atualidade".
O encontro tem parceria com o PPG em História da UEPG e o Fórum Paranaense de Pós-Graduação em Comunicação. São apoiadores a Capes, a Fundação Araucária/SETI e a Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Culturais/UEPG. As inscrições ainda podem ser realizadas diretamente pelo site do evento: www.alcarsul6.jornalismouepg.net.br/Inscrições.


 

Graduação e Mestrado em Jornalismo da UEPG levam 18 trabalhos para o Intercom Sul

Professores e estudantes da Graduação e Mestrado em Jornalismo da UEPG tiveram 18 trabalhos aceitos para participação no Intercom Sul. O evento organizado pela Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação acontece entre os dias 26 e 28 de maio na PUCPR em Curitiba.

A edição deste ano debate o tema: “Comunicação e Educação entre fronteiras: caminhos integrados para um mundo em transformação” e conta com exposição de trabalhos, oficinas, palestras e atividades culturais. Além da apresentação de artigos, professores de Jornalismo da UEPG integram o evento como mediadores de sessões temáticas e palestrantes de mesas de discussão.

Na avaliação do coordenador do Mestrado em Jornalismo da UEPG, Sérgio   Gadini, os trabalhos  inscritos por estudantes e professores confirmam os esforços realizados pelos grupos de pesquisa em atividade na instituição. "Precisamos também converter tais estudos em publicações de impacto na área", diz.


Exposição de Trabalhos

  1. Marcas de empreendedorismo na prática do Jornalismo Investigativo
    Gustavo Panacioni Ribas (UEPG), Paula Melani Rocha (UEPG)
  2. A cobertura do “Vem Pra Rua” pelas revistas nacionais em 2013: uma análise das capas
    Carlos Alberto de Souza (UEPG)
  3. Quem agenda o Jornalismo cultural no Maranhão? Um estudo das fontes do caderno Alternativo
    Thays Assunção Reis (UEPG), Sérgio Luiz Gadini (UEPG)
  4. Demarcações da participação feminina no Jornalismo regional: a história das jornalistas na Gazeta do Povo/PR
    Gabriela Clair Kosvoski (UEPG), Melani Rocha (UEPG)
  5. As notícias e as histórias de interesse humano: interfaces da reportagem com a literatura popular na obra de Helen M. Hughes
    Felipe Simão Pontes (UEPG), Nathasja Jaekel Rotter (UEPG)
  6. Política e Copa do Mundo 2014: as vaias à Dilma evidenciada pelos leitores do Estadão, O Globo e Folha de S. Paulo -
    Rodrigo Nascimento Reis (UEPG), Carlos Willians Jaques Morais (UEPG)
  7. Inversões funcionais do jornalismo comercial hegemônico em tempos de crise de legitimidade política no Brasil
    Sergio Luiz Gadini (UEPG)
  8. Radiojornalismo e atores sociais- proposta de abordagem a partir do contexto radiofônico de Ponta Grossa- PR
    Graziela Soares Bianchi (UEPG)
  9. O acontecimento greve sob a ótica de cobertura do jornal Gazeta do Povo
    Thanile Gabriela Ratti (UEPG)
  10. Marcas no radiojornalismo na cidade de Ponta Grossa: um recorte das características radiofônicas locais
    Nilson de Paula Junior (UEPG), Marcelo Engel Bronosky (UEPG)
  11. A integração entre Teoria e Prática Jornalística no Projeto de Extensão Foca Foto
    Marina Michelis de Lima Fernandes (UEPG)
  12. Greve dos Professores Paranaenses em 2015: A agenda da cobertura dos jornais Diário de Maringá e Folha de Londrina
    Lauro Thomaz (UEPG), Rodrigo Nascimento Reis (UEPG), Carlos Willians Jaques Morais (UEPG)
  13. Jornalismo multimídia na internet: Convergência e estratégias de divulgação no site Cultura Plural
    Letícia de Queiroz (UEPG), André Luz (UEPG), Karina Janz Woitowicz (UEPG) Jornalismo
  14. O Suspense Criado Pela Fotografia De Alfred Hitchcock nos Filmes Janela “Indiscreta e Um Corpo Que Cai”
    Gabriela Gambassi (UEPG), Carlos Alberto de Souza (UEPG)
  15. Radiodifusão comunitária e o ambiente web - Um olhar sobre o cenário paranaense
    Matheus Dias Galdino Soares (UEPG), Karina Janz Woitowicz (UEPG)
  16. O tratamento dado à violência e veiculação de condutas pró-sociais nos desenhos infantis exibidos pela televisão Cultura
    Bruna Machado (UEPG), Carlos Alberto de Souza (UEPG)
  17. Ativismo em rede no movimento feminista do Paraná: a internet como espaço de visibilidade das lutas das mulheres
    Bruna Aparecida Camargo (UEPG), Karina Janz Woitowicz (UEPG)
  18. Mídia alternativa e direitos das mulheres: a pauta do trabalho doméstico na imprensa feminista nos anos 1970 no Brasil
    Mariana Fraga da Fonseca (UEPG), Karina Janz Woitowicz (UEPG)

 Mesas

26/05: 14h às 15h30 - Novos olhares para o Jornalismo: desafios e experiências sobre multiplataformas. Participação da professora Maria Lúcia Becker (UEPG)

27/05: 10h às 12h – Mesa Especial: Mídia e Opinião Pública em tempos de Lava Jato. Participação do professor Sérgio Gadini (UEPG)


Encontro na UEPG discute relação entre mídia e fluxos migratórios

Entre os dias 15 e 17 de junho acontece na Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) o 6º Encontro Regional Sul de História da Mídia (Alcar Sul). Apoiado na recente crise global das migrações, que repercutem também no Brasil e na região Sul, o tema central deste ano será “Mídia, fluxos migratórios e diásporas: perspectiva histórica”. Até o dia 22/05, as inscrições variam entre R$ 10 e R$ 30 e podem ser realizadas pelo link http://goo.gl/forms/qXxnKL9YzR.

A proposta do evento é promover o debate sobre as migrações nos produtos midiáticos, enfatizando pesquisas acadêmicas que abordem a temática mediante a compreensão e o resgate de aspectos históricos e sociais que envolvem os movimentos migratórios em diferentes contextos regionais, nacionais e transnacionais.

Embora um dos fluxos migratórios recentes no Brasil seja o dos haitianos, nosso país foi marcado por diversos movimentos migratórios que, consequentemente, contribuíram para formar uma população de diferentes etnias. Mais especificamente no Paraná, esses movimentos se intensificaram a partir de 1850 com a independência do estado. A fim de promover o desenvolvimento econômico regional, o governo desenvolveu diversas políticas para atrair novos migrantes. A população paranaense, que inicialmente era composta por indígenas, aumentou com a chegada de imigrantes de diversas etnias, como alemães, poloneses, ucranianos, portugueses, holandeses, espanhóis, árabes e japoneses. Registra-se, ainda, a presença dos negros, que chegaram ao Paraná, assim como em outros lugares deste país, por consequência de um processo forçado de imigração no período da escravidão.

Considerando os diferentes cenários de diásporas na região sul do país, o evento pretende reunir estudos preocupados em refletir sobre as representações midiáticas das migrações ocorridas ao longo da história, frequentemente associadas a problemas, ameaças e conflitos.

O objetivo principal é contribuir para o fortalecimento das pesquisas e o intercâmbio entre pesquisadores por meio das atividades da Associação Nacional de Pesquisadores de História da Mídia (Alcar) e dos Grupos de Trabalho (GTs) durante o Encontro Regional Sul, com a publicação e o arquivamento com acesso público e irrestrito dos estudos originários e desenvolvidos no Paraná, Rio Grande do Sul e em Santa Catarina.

O Encontro é promovido pela Alcar e realizado pelo Departamento e Programa de Pós-Graduação (PPG) de Jornalismo da UEPG, em parceria com o PPG em História da UEPG e Fórum Paranaense de Pós-Graduação em Comunicação. São apoiadores a Fundação Araucária/SETI e a Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Culturais/UEPG. Para mais informações acesse alcarsul6.jornalismouepg.net.br.

Serviço

O quê: Encontro Regional Sul de História da Mídia (Alcar Sul)
Quando: Entre 15 e 17 de junho
Onde: UEPG
Inscrições: http://goo.gl/forms/qXxnKL9YzR
Site oficial: alcarsul6.jornalismouepg.net.br



 

Revista Pauta Geral abre nova chamada para edição temática

A edição 2016.1 da revista Pauta Geral - Estudos em Jornalismo já está disponível em
http://www.revistas2.uepg.br/index.php/pauta/issue/view/501. E a chamada para a próxima edição está aberta com a temática "cobertura jornalística do processo de impeachment (golpe) e das manifestações sociais no Brasil"
A publicação está prevista ao volume 6, no segundo semestre de 2016. Os artigos apresentados devem estar em conformidade com as normas da revista (disponíveis em:  http://www.revistas2.uepg.br/index.php/pauta/index
No dossiê Cobertura jornalística do Brasil do processo de impeachment e manifestações, a Pauta Geral vai reunir artigos, ensaios e relatos de pesquisa que analisem o tema, a partir de aspectos jornalísticos, políticos, sociais, jurídicos e éticos, os quais ocupam posições de destaque nas agendas políticas. O tema tem sido objeto de investigação de vários campos disciplinares, notadamente nos estudos contemporâneos.

A proposta visa propiciar a articulação analítica das dimensões significativas do tratamento dado pela mídia ao processo e tal como se apresenta em enunciados políticos na esfera pública. Objetiva-se, com a edição, refletir sobre os avanços e os desafios políticos, as sínteses em torno da temática, bem como outros eventuais desdobramentos.
As contribuições devem ser enviadas diretamente ao sistema da revista no endereço 
http://www.revistas2.uepg.br/index.php/pauta/index

Prazo para o envio: 31 de agosto de 2016.


Mestrado em Jornalismo UEPG participa do 13º SBPJor com apresentações de trabalhos e lançamento de livros

Professores e estudantes do Mestrado em Jornalismo (UEPG) apresentam oito trabalhos científicos e lançam três livros no 13º Encontro Nacional de Pesquisadores em Jornalismo entre os dias 4 e 6 de novembro em Campo Grande (MS). O evento promovido pela Associação Brasileira de Pesquisadores em Jornalismo (SBPJor) é o principal fórum brasileiro para discussão acadêmica do jornalismo como campo científico e acontece entre os dias 4 e 6 de novembro, no Campus da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS, em Campo Grande).
A coletânea 'Cobertura Jornalísticas (de) marcadas – a greve dos professores na mídia paranaense em 2015' é organizada por Sérgio Gadini. A obra traz 13 textos, entre reflexões, análises ou críticas sobre a cobertura jornalística dos movimentos grevistas dos trabalhadores do serviço público paranaense neste ano. O professor Felipe Pontes lança o livro 'Adelmo Genro Filho e a Teoria do Jornalismo', na qual expõe as mediações presentes na produção e recepção da obra de um dos principais autores que trabalhou com teorias ao campo jornalístico.
O terceiro livro - 'Jornalismo e Convergência: reflexões sobre o estudo do jornalismo' - é organizado pelo professor Marcelo Bronosky em parceria com Juliano Carvalho (Unesp). A publicação discute as implicações e repercussões das tecnologias digitais, em especial as determinadas pela internet, no jornalismo.
Para a mestranda Nayane Brito, o evento é uma oportunidade de apresentar as reflexões realizadas em sala de aula. “É um espaço para ampliar as discussões em consonância com os aprendizados das disciplinas do mestrado em Jornalismo, a partir de trocas das pesquisas realizadas por estudantes e profissionais do campo jornalístico. Além de ser um momento para apreender novos conhecimentos, irei compartilhar alguns dados de pesquisa da dissertação, espero contribuir e também receber indicações”, relata.
Entre os autores dos trabalhos apresentados estão vários estudantes e docentes do MsJor, incluindo resultados parciais de produções investigativas em andamento no Programa, como Cleber Moletta e Marcelo Bronosky, Afonso Verner e Cíntia Xavier, Nayane Brito e Graziela Bianchi, Luciane Justus, Rodrigo Reis e Thays Assunção. Também serão apresentados no evento estudos da autoria de professores da UEPG, como Paula Rocha, Hebe Gonçalves e Felipe Pontes.
E, por fim, o atual coordenador do PPGJor, Sérgio Gadini, participa do II Seminário Nacional da Pós-Graduação em Jornalismo, que acontece paralelo às atividades de pesquisa, reunindo representantes dos cinco Programas (stricto sensu) do campo jornalístico no País. O Seminário acontece na tarde de 3/11/2015, no Campus da UFMS, em Campo Grande.
(Por Rodrigo Reis/MsJor UEPG)


XIII Encontro Paranaense de Pesquisa em Jornalismo recebe inscrições de trabalhos científicos

Estão abertas as inscrições para submissão de envio de artigos ao XIII Encontro Paranaense de Pesquisa em Jornalismo, promovido pelo Programa de Pós-Graduação em Jornalismo e pelo Departamento de Jornalismo da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), sob a coordenação do Grupo de Pesquisa Rotinas e Lógicas de Produção da UEPG. A proposta do encontro é propiciar a pesquisadores, docentes e discentes espaço de debate sobre o Jornalismo e suas relações com a sociedade.
O evento será realizado nos dais 19 e 20 de outubro, no pequeno Auditório do Campus Central da UEPG, durante o período da tarde, das 13h30 às 17h, e à noite, das 19h às 22h. Semelhante ao ano passado, o Encontro Paranaense irá ocorrer junto com a Semana de Comunicação. Os interessados devem formatar o artigo no modelo padrão (link abaixo) e enviá-lo para o e-mail encontroparanaenseuepg@gmail.com até o dia 21 de setembro, às 18h.
Modelo-padrão para submissão de trabalhos 
https://drive.google.com/…/0B5MUj9Ek_TFQSmhqYjhCUzUxO…/view…

Outras informações: 
Apresentador: O evento irá disponibilizar certificado de apresentação de trabalho e artigo publicado em CD de Anais do XIII Encontro Paranaense de Pesquisa em Jornalismo, com registro ISBN.
Ouvinte: As inscrições darão direito a certificado com carga horária correspondente.
O evento irá disponibilizar aos autores certificado de apresentação de trabalho e artigo publicado em CD de anais dos eventos, com registro ISBN.
A categoria ‘Pesquisa em Jornalismo’ compreende estudos concluídos ou em desenvolvimento oriundos de pesquisa monográfica, iniciação científica, estudos temáticos e de pós-graduação. A categoria ‘Produto Jornalístico’ abrange projetos de produção jornalística realizados em trabalhos de conclusão de curso ou práticas e iniciativas de caráter extensionista. Serão aceitos, no máximo, um trabalho por autor e até dois em co-autoria.


Pesquisadores de Jornalismo da UEPG participam de evento nacional em setembro

O Programa de Mestrado em Jornalismo da UEPG registra apresentação de seis trabalhos, da autoria de docentes e estudantes, no XXXVIII Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação (Intercom) que acontece no Rio de Janeiro (RJ) entre os dias 4 e 7 de setembro. O tema central do evento é: "Comunicação e cidade espetáculo”.

Os trabalhos dos estudantes são referentes as pesquisas dos respectivos projetos de Mestrado. “O meu projeto na íntegra aborda a instrumentalização das notícias da Copa em três jornais brasileiros, e o recorte deste artigo contribui nas discussções da minha pesquisa”, conta o estudante do Mestrado em Jornalismo, Rodrigo Reis.

"A pós-graduação vive um momento complicado com cortes de verbas que afetam as universidades públicas, seja em nível federal como estadual, com impacto na produção científica", explica o coordenador do Ms Jornalismo, Sérgio Gadini. No entanto, mesmo neste cenário, "é preciso avançar na organização e defesa da pós-graduação, sem esquecer que as avaliações são permanentes", diz.

 Propostas de trabalho:

A lógica do colunismo social no caderno de cultura do jornal O Estado do Maranhão
Thays Assunção Reis, Sérgio Luiz Gadini(UEPG)

Pluralidade de fontes e os formatos radiofônicos na cobertura eleitoral de 2014 pela Rádio Cultura
Luãn José Vaz Chagas (UEPG)

Copa do Mundo 2014: Apontamentos sobre o agendamento temático na Folha de S. Paulo
Rodrigo Nascimento Reis, Carlos Willians Jacques Morais(UEPG)

'Almanaques' farmacêuticos brasileiros: Informação e estratégias folkcomunicacionais em panfletos de redes de drogarias
Sérgio Luiz Gadini; Isadora Ortiz de Camargo (UEPG)

Folkcomunicação e Estudos de Gênero: aproximações conceituais e tensionamentos
Guilherme Moreira Fernandes; Karina Janz Woitowicz (UFJF/UEPG)

A noção de cultura na folkcomunicação e nos estudos culturais: Diálogos entre as perspectivas de Luiz Beltrão e Stuart Hall
Karina Janz Woitowicz (UEPG)


Jornalismo divulga calendário de matrículas ao 2º semestre 2015

As matrículas dos estudantes regulares do Programa de Mestrado em Jornalismo para o segundo semestre de 2015 estão confirmadas para o período de 8 a 11 de setembro 2015. As matrículas devem ser feitas diretamente no sistema eletrônico da Universidade ( https://sistemas.uepg.br/stricto/matricula/ ).

“A atualização do calendário deve-se à greve docente, que paralisou as universidades estaduais, no primeiro semestre deste ano, contra a retirada de direitos dos servidores públicos”, explica o coordenador do Mestrado em Jornalismo, Sérgio Gadini.

O mesmo período vale para solicitação de disciplina (matrícula) aos estudantes não regulares (especiais) no Programa: 8 e 11 de setembro de 2015, na Secretaria de Pós-Graduação (Propesp, junto ao prédio central da Reitoria UEPG, Campus Uvaranas). O estudante interessado deve preencher a ficha de inscrição na secretaria e entregar uma carta, justificando textualmente o interesse na (s) referida (s) disciplina (s), além de entregar cópia dos seguintes documentos: RG, CPF, certificado de conclusão de curso ou diploma de graduação nas áreas afins, levando cópia e originais para serem autenticados no balcão da secretaria. Não há qualquer taxa de pagamento, seja para solicitação de disciplina ou matrícula, para cursar disciplina isolada.

No segundo semestre de 2015, o Programa de Pós-Graduação (Mestrado) em Jornalismo da UEPG oferta as disciplinas Mídia e Formação da Opinião Pública (com os professores Carlos Morais e Hebe Gonçalves), Jornalismo e Agendamento Temático (Cíntia Xavier e Paula Rocha), Seminário Metodológico (SM LP1) com o Grupo de Pesquisa em Mídias Digitais (Graziela Bianchi e Maria Lúcia Becker), Seminário Metodológico (SM LP2) com o Grupo de Pesquisa em Lógicas de produção e consumo no Jornalismo (Hebe Gonçalves e Marcelo Bronosky), além das disciplinas de orientação e estágio docência, que são exclusivas aos estudantes regulares no PPGJor.

Os seminários acontecem no período noturno (das 17:30h às 20:15h), e as demais disciplinas no período da tarde (14 às 17h). As aulas do segundo semestre de 2015 no Ms Jornalismo começam dia 21 de setembro e acontecem no Campus Central da UEPG (Bloco D). E dentre as atividades confirmadas para o segundo semestre de 2015 está o XIII Encontro Paranaense de Pesquisa em Jornalismo, que acontece paralelo à Semana de Comunicação da UEPG, entre os dias 19 de 23 de outubro de 2015.

Informações:
Secretaria Acadêmica de Pós-Graduação Stricto Sensu dos Mestrados (Propesp – prédio da Reitoria da UEPG, Campus Uvaranas), ou via telefax: (42) 3220-3150.
Telefone (42) 9928 0808 (Secretaria Mestrado em Jornalismo, das 8 às 11:30h e das 13:30 às 17h). E-mail:  mestradojornalismo@uepg.br


Atualização do calendário letivo PPGJor UEPG (2015):

 

8 a 11/09/2015 – limite para encerramento do 1º semestre letivo/15

8 a 11/09/2015 – Realização de matrícula ao 2º semestre letivo/15 (estudantes regulares e/ou não regulares (especiais)

16 e 17/09/2015 – liberação do sistema para os orientadores aprovarem as matriculas

17 e 18/09/2015 – liberação do sistema aos coordenadores para aprovar matriculas

21/09 a 25/09/15 – início do 2º semestre letivo de 2015

19/10/2015 – prazo limite para entrega textos das disciplinas 1º semestre/15

16/11/2015 – prazo limite (ao docente) entregar notas (diários) do 1º semestre/15

12/02/2016 – Encerramento das disciplinas do 2º semestre 2015

29/02/2016 – prazo máximo entrega de avaliações disciplinas (diários) 2º semestre/15

22 a 29/02/2016 – limite defesa dissertação MsJor (ingressantes 2014)

07/03/2016 – prazo máximo de entrega/agendamento de qualificação ao Ms

08/04/2016 – prazo máximo para realizar qualificação Ms (ingressos 2015)

21/03/2106 – Início do 1º semestre letivo 2016


SEJOC - Chamada de trabalhos vai até 07 de setembro

O II Seminário de Jornalismo e Cidadania na Hipermídia, que acontece nos dias 01 e 02 de outubro, já está recebendo trabalhos para o encontro científico. As sessões de apresentação de trabalhos serão realizadas nas tardes dos dois dias do evento, que terá painéis temáticos pela manhã.

Com o objetivo de abrir a participação ao maior número possível de pesquisadores e também de experiências na área de cidadania e mídias digitais, a Comissão Organizadora definiu, na confecção da ementa, um conjunto amplo de eixos:

"O encontro científico aceita trabalhos sobre a relação entre jornalismo, mídia, internet, movimentos sociais e cidadania em seus diversos eixos, como a relação entre movimentos sociais e internet; a cobertura midiática de movimentos e grupos organizados; a contribuição da internet como espaço para o exercício da cidadania; as experiências de mídia comunitária, popular e alternativa; a mídia independente e a democratização proporcionada pela rede; entre outros".

Pesquisas - Os artigos podem ser assinados por até três autores, e cada autor pode participar de até dois diferentes trabalhos. Os textos devem ter entre 10 e 15 páginas, incluindo referências bibliográficas, gráficos, imagens e tabelas.

Deve ser redigido em fonte Times New Roman, corpo 12, espaçamento 1,5, contendo entre três e cinco palavras-chave e um resumo de 10 a 15 linhas, também em fonte Times New Roman, 11, justificado e com entrelinhamento simples.

Os textos devem seguir as normas de formatação de citação direta e indireta, segundo a ABNT, e as imagens precisam ser leves, pois o limite do arquivo total a ser enviado é de 2 Mb (dois megabytes).

Em breve será disponibilizada uma página no site do Gemidi ( www.gemidi.net.br), onde será possível baixar o modelo para formatação dos textos e também acessar o formulário de inscrições.



(Clique na imagem para ampliar)

Seminário de Inverno divulga chamada de trabalho para 2015

Inscrições (gratuitas) podem ser feitas até 4 de maio. Evento acontece de 15 a 19 de junho no Campus Central na UEPG

A XVIII edição do Seminário de Inverno de Estudos em Comunicação, que acontece entre 15 e 19 de junho de 2015, está com inscrições abertas para envio de trabalhos. As submissões podem ser feitas diretamente no endereço eletrônico do evento ( http://jornalismouepg.net.br/seminariodeinverno/ ). A coordenação do Seminário destaca uma das características do projeto, desde seu lançamento, há 18 anos: “manter a inscrição gratuita, como um dos desafios da Universidade pública”, explica Sérgio Gadini, membro do grupo gestor da edição 2015 do evento.

Durante a semana do evento, as apresentações de trabalhos acontecem entre as 19h e 22h30 no Pequeno Auditório do Campus Central da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG). O Seminário de Inverno reúne estudantes (de graduação e pós-graduação), profissionais e docentes dos cursos da UEPG e demais IES/PR.

Apresentação - Para apresentar trabalho, os autores devem ser graduados ou estudantes-pesquisadores que realizam estudos em projetos ou ações sob responsabilidade/orientação de professores universitários. Cada autor/orientador pode inscrever (como autor ou co-autor) até dois trabalhos no evento. Os textos devem ser inéditos (em apresentação e publicação) e apenas recebe certificado o autor ou co-autor que efetivamente realizar a apresentação no dia previsto. Cada trabalho terá um tempo de 15 minutos para apresentação e, ao final da sessão, acontece o debate entre os autores e demais participantes do evento.

Os trabalhos submetidos devem considerar as seguintes orientações: título (até duas linhas, incluindo linha de apoio ou complemento), resumo (de 7 a 10 linhas), três palavras-chave, identificação autoral de até duas linhas cada, texto completo, em times New Roman, corpo 12, espaço 1,5, e as indicações bibliográficas conforme as normas da ABNT, com tamanho total entre 10 e 15 páginas. Cada trabalho pode ter no máximo um autor e dois co-autores. Os trabalhos selecionados e efetivamente apresentados serão publicados nos Anais do XVIII Seminário de Inverno de Estudos em Comunicação (edição 2015), em versão digital com registro de ISBN. Para isso, os autores devem enviar o texto em versão completa, atendendo todas orientações editoriais da organização, até o dia 4 de maio.

Organização - A promoção do XVIII Seminário de Inverno de Estudos em Comunicação é do Programa de Mestrado em Jornalismo e Curso de Jornalismo da UEPG, com apoio do Centro Acadêmico João do Rio (CaJor), Fundação Araucária (Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Paraná - SETI/PR), Programa de Extensão Agência de Jornalismo UEPG e Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Culturais (PROEX) da UEPG.

Calendário do XVIII Seminário de Inverno:
27 de março/15 – Divulgação chamada de trabalho
04 de maio/2015 – Prazo (máximo) para envio de trabalhos: 23:59h, via sistema
05 a 13 de maio/15 – Seleção de trabalhos pela Comissão Científica
14 de maio/2015 – Divulgação dos trabalhos aprovados ao Seminário
15 a 19 de Junho/2015 – Realização do XVIII Seminário de Inverno
30 de Julho de 2015 – relatório do evento.

 

Informações:
http://jornalismouepg.net.br/seminariodeinverno/
E-mail: mestradojornalismo@uepg.br
Fone (42) 3220 3361 ou (42) 9928 0808

 


 

 

Notícias Ateriores - páginas: 7, 6, 5, 4, 3, 2, 1