Centro de Documentação e Pesquisa em História

Apresentação

 

Preservação documental
A preservação e conservação documental contemplam a questão da identidade regional, uma garantia do direito a memória individual e coletiva, que desempenha um papel fundamental e  amplia as possibilidades do exercício da cidadania cultural.
A conservação é uma série de ações estabilizadoras que visa desacelerar o processo de degradação de documentos, por meio do controle ambiental e de outros tratamentos específicos. Esse processo se dá através de um conjunto de procedimentos e medidas como a higienização periódica, temperatura ambiental adequada, cuidados com a iluminação, natureza dos materiais e suportes para a guarda documental, cuidados no manuseio e segurança no ambiente com a finalidade de impedir danos e garantir o prolongamento da vida útil dos acervos documentais. A conservação preventiva é o meio eficaz de ampliação das possibilidades da preservação documental.
A preservação é mais ampla, para além da conservação física dos suportes materiais, constitui-se também como parte de um corpo representado pela gestão, acesso e difusão da informação e do conhecimento. Constitui a preservação documental alicerce para a construção do conhecimento científico, contributo na possibilidade de interferir na sua transformação em conhecimento público, acesso à informação, direito à cultura e meios de consciência social.
Em síntese, a preservação documental deve ser entendida como uma atividade multidisciplinar, dando a garantia para que o documento ou objeto tenha sua materialidade e funcionalidade resguardadas pelo maior tempo possível. E ainda, nesse campo de pesquisa da preservação documental, de maneira em geral, permite que se ampliem as possibilidades de desvendar os múltiplos processos vivenciados pela sociedade.
Desta forma, buscando disponibilizar trajetos que nos conduzam a perceber as trilhas percorridas, as relações, as emoções, os sentimentos, os conflitos presentes no convívio social de determinada sociedade é que o CDPH – Centro de Documentação e Pesquisa em História, da UEPG, objetiva a guarda, a preservação e a conservação de documentos, principalmente, relativos à história local e regional com a finalidade de suporte às atividades de ensino e de pesquisa.
O processo de descrição desses acervos consiste na elaboração de instrumento de pesquisa que possibilitem identificar, rastrear e localizar dados. As metas-tarefas são estabelecidas periodicamente para que se atinja aos objetivos propostos.
Dentre os documentos preservados e disponíveis para pesquisas estão significativos fundos de arquivo que contêm documentos textuais, bibliográficos, iconográficos e fonográficos. Esses fundos de arquivo estão disponíveis para consultas e pesquisas para alunos, pesquisadores e comunidade em geral.

Missão
Incentivar ações para sensibilizar, capacitar e implementar a cultura da preservação da memória histórica, tanto aos acadêmicos de História como de áreas afins e comunidade em geral.

Finalidades
  • Manter intactos os acervos históricos doados ou adquiridos pelo Departamento de História, conforme o princípio de proveniência, ou seja, manter o processo pelos quais os originaram, mantendo-se a organização por fundo arquivístico;
  • Promover a otimização na busca de informações e pesquisas;
  • Oferecer recursos didático-metodológicos para a realização das pesquisas por acadêmicos e pesquisadores em geral, como exemplo: índices, guias para agilizar a busca das informações;
  • Oferecer suporte para as atividades de ensino e pesquisa;
  • Elaborar e desenvolver projetos de interesse do Departamento de História no que se refere à preservação e conservação dos acervos históricos;
  • Prestar serviços às entidades do setor público ou privado, após prévia aprovação do Departamento de História, atendendo sempre às disposições regimentais e estatutárias da Universidade.
Objetivos